Durante o mês de setembro de 2019, os alunos do curso de graduação de Jornalismo da ESPM SP desenvolveram um estudo sobre a oralidade africana a partir dos griots como forma de valorizar os conhecimentos das comunidades africanas tradicionais.

Contadores de histórias, mensageiros oficiais, guardiões de tradições milenares: todos esses termos caracterizam o papel dos Griots, que na África Antiga eram responsáveis por firmar transações comerciais entre os impérios e as comunidades e passar aos jovens ensinamentos culturais, sendo ainda hoje a prova viva da força da tradição oral entre os povos africanos.

A iniciativa acompanhou o debate sobre a lei 10.639/03, criada com intuito de ampliar a garantia dos direitos humanos a partir dos debates étnicos raciais. A lei 10.639/03 torna obrigatório o ensino de história e cultura afro-brasileira nas escolas, a fim de desconstruir o preconceito étnico-racial no âmbito do espaço escolar.

********************************
Você conhece os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) propostos na Agenda 2030 da ONU?
Essa iniciativa se alinha aos ODSs 4 e 10. Para saber mais, acesse: https://nacoesunidas.org/pos2015/