A ideia do evento surgiu após a grande repercussão mundial acerca do racismo como tema central das discussões sociais em virtude de casos George Floyd nos EUA, o caso João Pedro no Brasil e tantos outros que evidenciaram a necessidade de haver uma abertura para promovermos uma discussão acerca de temas como racismo e lugar de fala.

Uma equipe da ESPM SP se mobilizou em duplas de oradores, comunicadores e intermediadores para a organização de uma roda de conversa sobre o tema Racismo Estrutural e Lugar de Fala e o Professor Orientador do Grupo de Pesquisa Social, Marcos da Silva e Silva, foi designado para comandar o evento.

Reunindo com cerca de 100 participantes da ESPM e outras instituições convidadas, o evento ocorreu no dia 08 de junho, as 17h30, por videoconferência (em virtude da pandemia por covid-19).