Ao final de 2019, por iniciativa do Comitê ESPM  de Direitos Humanos, foi incorporada ao acervo de arte da ESPM uma coleção de 30 crayons do artista plástico Otávio Roth. São 30 reproduções offset, em inglês, medindo 30cm x 40cm cada, feitas pelo artista e ativista na Dinamarca, em 1988, com vistas a aumentar o conhecimento e a compreensão dos 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH), a partir da linguagem plástica.

Octavio Roth (1952-1993) foi aluno e posteriormente professor da ESPM. Graduou-se em Publicidade e Propaganda na ESPM (São Paulo) e em Artes Gráficas na Hornsey College of Arts (Londres). Ao perceber que, apesar de sua importância, a DUDH se limitava a um texto convencional que dificilmente iria chamar a atenção que merecia, Roth teve a ideia de transformá-la em um trabalho gráfico de maior impacto.

Produziu a primeira versão ilustrada da Declaração que, desde 1981, está em exposição permanente nas sedes da ONU em Nova Iorque, Genebra e Viena, bem como na sede da Anistia Internacional em Oslo. Nos anos de 1980, crayons do artista ilustraram duas obras da escritora infantil brasileira Ruth Rocha, “Declaração Universal dos Direitos Humanos” e “Azul e Lindo: planeta Terra, nossa casa”, levando a discussão sobre os direitos humanos um público mais amplo.

A incorporação da série ao acervo institucional da ESPM integrou as comemorações pelos 70 anos da DUDH.

Para saber mais sobre a série “Declaração Universal dos Direitos Humanos”, o artista e sua obra, assista ao vídeo:

********************************
Você conhece os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) propostos na Agenda 2030 da ONU?
Acesse já:  https://nacoesunidas.org/pos2015/